post

Yök casa+cultura e seu olhar sobre Barcelona


A Proposta da Yök não é simplesmente ser um hotel. Visando espalhar um estilo de vida mais sustentável e buscando promover o respeito entre as diversas culturas mundo afora, a organização, situada em casas tradicionais de Barcelona, se preocupa em ser transparente com os clientes, apresentando a cidade através dos olhos de pessoas locais e não de um guia turístico, criando através de eventos culturais uma interação entre hóspedes e habitantes locais. Além disso, o empreendimento ainda conta com a busca pela associação às marcas locais e independentes, a preocupação com a sustentabilidade, e com a preservação histórica do mesmo, procurando comprovar que não é preciso eliminar completamente seu conforto e estilo de vida para viver de maneira sustentável.


Toda a preocupação com o projeto foi divulgada em um blog, lá se encontra todo o processo da reforma e todos os detalhes envolvidos. Uma das matérias é interessante justamente por mostrar a complexidade e a importância de um bom projeto, e é intitulada: “O que fazemos na Yök para que nossos clientes usem menos energia e ainda tenham bons momentos”. Aqui vão algumas das dicas da empresa para que os hóspedes economizem energia:




“(…) Nós instalamos um amável botão liga/desliga na entrada de cada apartamento. Quando você sair, desliga, sabendo que tudo que é elétrico também desliga exceto a geladeira e uma tomada na cozinha, no caso de precisar deixar algo carregando. É fácil e você não tem que procurar por um cartão como chave, já que a porta de entrada abre com um código.


Nós também instalamos sensores em cada janela e porta de sacada, assim o sistema de ar condicionado/aquecedor desliga sozinho caso você abra uma janela. (…) Nós discutimos o uso de um sistema (ar condicionado/aquecedor) mas acabamos cedendo para maior conforto das pessoas que são acostumadas a climas diferentes. Escolhemos um modelo certificado com o selo ENERGY STAR® pela energia de resfriamento e aquecimento. (…) No entanto nós acreditamos que os nossos convidados dificilmente usaram esse sistema se seguirem nosso guia de maneiras tradicionais para lidar com o clima local.


Quando estiver quente abra as janelas e deixe a brisa entrar! A ventilação cruzada faz maravilhas. Se não tiver brisa use os ventiladores de teto nas áreas comuns. Se sair durante o dia feche os painéis bloqueadores solares assim o ambiente permanece agradável e fresco quando você voltar.




Nós isolamos todas as paredes com fibra de madeira natural e conseguimos isolar as portas tradicionais. (…) Nosso talentoso carpinteiro Maño, conseguiu isolar as portas equipando as com faixas de borracha e pinceis.


(..) Nós procuramos tudo que consumisse energia para conseguir apenas aparelhos certificados em A+ . Junto com um expecialista em iluminação, nós enchemos o lugar de luminárias LED. Em lugares como o corredor as luzes acendem e apagam com detectores de movimento.


Até agora, nós não temos energia solar por duas razões, Nós não possuímos o prédio e o telhado onde seriam instalados os painéis não é nosso. (…) E a atual lei espanhola sobre tributação de energia solar não é negociável. Infelizmente, o nosso governo atual, com a desculpa da crise, quer cortar drasticamente seus subsídios e até mesmo retroativamente cortar subsídios para projetos solares existentes, resultando em imóveis e empresas que enfrentam a insolvência. A Espanha é, possivelmente, o único país com um imposto único sobre aqueles que geram sua própria eletricidade.


(…) Mas o que podemos fazer agora é nos unir a Som Energia, uma cooperativa de energia renovável. Se tornando um membro a Som Energia nos providencia energia elétrica e certifica que a quantidade de energia vendida foi gerada por turbinas eólicas, painéis solares e usinas de biogás e investe diretamente em projetos de energia renovável para o desenvolvimento de uma economia sustentável.


Acreditamos também na economia de energia, tornando o consumo visível. A empresa Projetos Habitat, que também criou o nosso sistema de automação, instalou monitores de electricidade e água para cada apartamento. Nós usaremos essas informações para premiar aqueles hóspedes que conseguem usar menos água e energia durante a sua estadia.”


Conheça mais no site: Yök Casa+Cultura

Gostou? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *